4 maneiras para hackear Facebook e como se proteger contra elas


Apesar da preocupaçõo frequente com a segurança que têm atormentado o Facebook há anos, a maioria das pessoas continuam aderindo a rede e novos membros se cadastram cada vez mais a cada dia. Recentmente isso levou o facebook a quebrar um record no numero de inscritos com mais de 1,94 bilhões de usuários ativos mensalmente, a partir de março de 2017 – e cerca de 1,28 bilhões de usuários ativos diariamente.

É impressionante o quanto compartilhamos de nossas vidas no Facebook. Compartilhamos nossos aniversários e nossos anos de nascimento, compartilhamos nossos planos de férias e locais que visitamos, compartilhamos o nascimento de nossos filhos e a morte de nossos pais. Nós compartilhamos nossos momentos mais felizes e nossos pensamentos mais dolorosos. Divulgamos todos os aspectos de nossas vidas. Os psicólogos clínicos já escreveram livros inteiros detalhando o impacto surpreendentemente extenso que o Facebook tem sobre nossas emoções e nossos relacionamentos.

Mas às vezes esquecemos quem pode estar nos vendo.

De um modo geral usamos o facebook como uma ferramenta para nos conectar, mas há pessoas que usam essa conectividade para  fins maliciosos. Portanto acabamos por  revelar o que outros podem usar contra nós. Permitimos que saibam quando não estamos em casa e por quanto tempo nos saimos, por exemplo. Com base no que disponibilizamos em nosso perfis um hacker pode deduzir  as respostas às nossas perguntas de segurança. As pessoas podem praticamente roubar nossa identidade – e podem fazer isso somente com as informaçães visíveis que distribuímos propositadamente através do nosso perfil público do Facebook.

A parte mais assustadora é que, à medida que nos beneficiamos com os avanços tecnológicos, nos tornamos mais suscetíveis aos hackers. Como se já não tivéssemos feito o suficiente para ajuda-los na busca de nossos dados   compartilhando eles publicamente. Os que conhecem podem entrar nos nossos e-mails e contas do Facebook para roubar todas as outras partes da nossa vida que pretendiamos manter longe de  curiosos.

Na verdade, você nem precisa ser um hacker profissional para entrar na conta do Facebook de alguém.

Pode ser tão fácil como executar o Firesheep no seu computador por alguns minutos. Na verdade, o Facebook realmente permite que as pessoas entrem na conta do Facebook de outra pessoa sem saber sua senha. Tudo o que você precisa fazer é escolher três amigos para enviar um código. Você digita os três códigos e voilà – você está na conta. Simples assim.

Neste artigo, vou te mostrar está, e algumas outras maneiras pelas quais hackers (e até pessoas comuns) podem invadir a conta do Facebook de alguém. Mas não se preocupe, eu também vou mostrar como evitar que isso aconteça com você.

Metodo 1: Redefinição de Senha

A maneira mais fácil de hackear Facebook de alguém é através da redefinição da senha. Isso pode ser mais fácil se feito por pessoas que são amigas da pessoa que estão tentando invadir.

  • O primeiro passo seria o login do seu amigo no Facebook. Se você ainda não sabe, experimente procurar na página do Facebook na seção Informações de contato. não encontrou? Os hackers usam ferramentas de raspagem como o TheHarvester para obter endereços de e-mail. Outra forma e identifcar o ID ou nome de usuario do perfil e acresentar um: @facebook.com a frente. Exemplo: ‘joao.da.silva@facebook.com’
  • Em seguida, clique em Esqueceu sua senha? E digite o e-mail da vítima. Sua conta deverá surgir. Clique em Esta é a minha conta .
  • Perguntará se você gostaria de redefinir a senha através do e-mail da vítima. Isso não ajuda, então pressione “Não tem mais acesso?”
  • Agora na pergunta como podemos chegar até você? Digite um e-mail que você possui que também não está vinculado a nenhuma outra conta do Facebook.
  • Agora você vai se fazer uma pergunta. Se você é amigo íntimo da vítima, isso é ótimo. Se você não sabe muito sobre eles, faça um palpite moderado. Se você descobrir, você pode alterar a senha. Agora você precisa esperar 24 horas para entrar na sua conta.
  • Se você não descobrir a questão, pode clicar em Recuperar sua conta com a ajuda de amigos . Isso permite que você escolha entre três e cinco amigos.
  • Ele lhe enviaram as senhas, que você pode pedir e digitar na próxima página. Você pode criar três a cinco contas falsas do Facebook e adicionar seu amigo (especialmente se ele costuma adicionar qualquer um), ou você pode escolher três a cinco amigos íntimos que estarão dispostos a te ajudar e passar a senha para você.

Como se proteger

  • Use um endereço de e-mail especifico para o seu Facebook e não coloque esse endereço de e-mail em seu perfil.
  • Ao escolher uma pergunta e resposta de segurança, torne-á difícil. Faça isso para que ninguém possa descobri-la por simplesmente passar pela time line do seu facebook. Sem nomes de animais de estimação, sem aniversários – nem mesmo nomes de professores da terceira série. Isso seria tão fácil como ler a resposta em um  bilhetinho.
  • Aprenda a recuperar sua conta de amigos. Você pode selecionar os três amigos para os quais você deseja que a senha seja enviada. Dessa forma, você pode proteger-se de um e outros amigos em comum que se aproximem de você somente para entrar em sua conta.

Metodo 2: Usando um Keylogger

Software Keylogger

Um keylogger  é um programa que pode gravar cada toque no teclado que o usuário faz, na maioria das vezes sem o seu conhecimento. O software deve ser baixado manualmente no computador da vítima. Ele iniciará automaticamente a captura de teclas assim que o computador for ligado e permanecerá não detectado em segundo plano. O software pode ser programado para enviar um resumo de todas as teclas digitadas para um e-mail de sua escolha.

Há um excelente guia sobre como colocar um keylogger em um computador alvo para você começar. Se isso não for o que você procura, você pode procurar keyloggers gratuitos ou tentar codificar um keylogger básico em C ++.

 

Hardware Keylogger

Estes funcionam do mesmo modo que o keylogger de software, exceto que uma unidade USB com o software precisa ser conectada ao computador da vítima. A unidade USB irá guardar um resumo das teclas digitadas, por isso é tão simples como conectá-lo ao seu próprio computador e extrair os dados.

Existem várias opções disponíveis para keyloggers de hardware. Os keyloggers com fio como o Keyllama podem ser conectados ao computador da vítima para capturar toques de teclas e funciona em qualquer sistema operacional – desde que você tenha acesso físico para recuperar o dispositivo mais tarde. Se você estiver buscando uma forma de obter as senhas de forma remota, você pode investir em um keylogger premium habilitado para Wi-Fi, que pode enviar e-mails com as teclas capturadas ou ser acessado remotamente através de uma rede Wi-Fi.

Como se proteger

  • Use um firewall. Keyloggers geralmente enviam informações através da internet, de modo que um firewall monitorará a atividade on-line do seu computador e descobrirá qualquer envio o conexão suspeita.
  • Instale um gerenciador de senhas. Keyloggers não podem roubar o que você não digita. Os gerenciadores de senha preenchem automaticamente formulários importantes sem que você tenha que você precise digitar alguma coisa.
  • Atualize seus softwares. Sempre que uma empresa  descobre alguma brecha em seu software, ela trabalha em uma atualização. Ficar com os sistemas desatualizados e pedir para ser hackeado.
  • Altere suas senhas. Se você ainda não se sentir protegido, você pode alterar sua senha duas vezes por semana. Pode parecer drástico, mas isso tornará qualquer informação que um hacker roubou inútil.

Metodo 3: Phishing

Esta opção é muito mais difícil do que as outras, mas também é o método mais comum para hackear o facebook de alguém. O tipo mais popular de phishing envolve a criação de uma página de login falsa . A página pode ser enviada por e-mail para sua vítima e ficará exatamente como a página de login do Facebook. Se a vítima entrar, as informações serão enviadas para você em vez de ir para os servidores  do Facebook. Esse processo é difícil porque você precisará criar uma conta de hospedagem na internet e uma página de login falsa.

A maneira mais fácil de fazer isso seria seguir nosso guia sobre como clonar um site para fazer uma cópia exata da página de login do Facebook. Então, você precisará ajustar o formulário de envio para copiar / armazenar / e enviar por e-mail os detalhes de login que a vitima inseriu. Se você precisar de ajuda com as etapas exatas, há instruções detalhadas disponíveis  aqui. Os usuários têm que ter muito cuidado com o login no Facebook através de outros links, no entanto, os filtros de phishing de e-mail estão melhorando todos os dias, de modo que só execultar esse processo já é difícil. Mas, ainda é possível, especialmente se você clonar todo o site do Facebook .

Como se proteger

  • Não clique nos links por e-mail. Se um email lhe disser para entrar no Facebook através de um link, tenha cuidado. Primeiro, verifique o URL ( Aqui está um ótimo guia sobre o que procurar ). Se você ainda está em duvida, vá diretamente para o site principal e faça o login de forma direta.
  • O phishing não é feito apenas por e-mail. Pode ser qualquer link em qualquer site / sala de chat / mensagem de texto / etc. Mesmo os anúncios que aparecem podem ser maliciosos. Não clique em links que solicitam suas informações.
  • Use um software antivírus e de segurança web, como Norton ou McAfee.

Metodo 4: Attack Men in The Middle (Homem no Meio)

Se você pode chegar perto do seu alvo, você pode enganá-lo para conectar-se a uma rede Wi-Fi falsa para roubar credenciais através de um ataque de Man in The Middle (MITM) . Ferramentas como  Pumpkin  Wi-Fi tornam a criação de uma rede Wi-Fi falsa  tão fácil quanto manter um adaptador de rede sem fio de 30 R$ em um
Raspberry Pi e chegar perto do seu alvo. Uma vez que a vítima se conecte à sua rede falsa, você pode inspecionar o tráfego ou encaminhá-los para páginas de login falsas. Você pode até configurá-lo para substituir apenas determinadas páginas e deixar as outras paginas normais.

 

Como se proteger

  • Não se conecte a redes Wi-Fi abertas (não criptografadas).
  • Especialmente não se conecte a nenhuma rede Wi-Fi que esteja fora de lugar. Por que você iria ver uma rede com nome  “Google Starbucks” sendo que não há nenhum Starbucks por perto? Os hackers sabem que seu telefone ou computador se conectará automaticamente a ela se você já tiver usado uma rede com o mesmo nome antes.
  • Se você tiver problemas para se conectar ao seu Wi-Fi, consulte a sua lista de redes próximas para ver se há alguma cópia do nome da sua rede nas proximidades.
  • Se o seu roteador pede que você insira a senha para uma atualização de firmware para ativar a internet ou mostra uma página com grandes erros de ortografia ou gramática, é provável que você esteja conectado a um hotspot falso e alguém próximo esteja tentando roubar suas credenciais .

Mais 2 metodos para hackear  Facebook

Para aqueles que possuem um pouco mais de habilidade técnica, confira os posts sobre como hackear o facebook parte 1 e o como hackear o facebook – Parte 2  extrator de senhas do Facebook , um pouco mais fácil . Continuaremos a adicionar mais hacks para Facebook no futuro próximo, então continue voltando aqui.

Como se proteger

  • No Facebook, acesse as Configurações da sua conta e clique em Segurança . Certifique-se de que a Navegação segura esteja habilitada. Firesheep não pode ‘capturar’ cookies sobre conexões criptografadas como o HTTPS, então tente se afastar do HTTP.
  • SSL o tempo todo. Use complementos do Firefox, como HTTPS-Everywhere ou Force-TLS .
  • Feche um site quando terminar. O Firesheep não pode ficar logado na sua conta se você desconectar.
  • Use somente redes confiáveis ​​de Wi-Fi. Um hacker pode estar sentado em frente a você na Starbucks e acessar seu e-mail sem que você o perceba.
  • Use uma VPN. Estes protegem contra qualquer sidejacking da mesma rede WiFi, independentemente do site em que você estiver, pois todo o seu tráfego de rede será criptografado até o seu provedor VPN.

Protegendo-se: Menos é mais

Os sites de redes sociais são ótimas maneiras de se manter conectado com velhos amigos e conhecer novas pessoas. Criar um evento, enviar uma saudação de aniversário e dizer aos seus pais que você os ama estão todos a poucos cliques.

O Facebook não é algo que você precisa se afastar, mas você precisa estar atento ao seu entorno e tomar decisões inteligentes sobre o que você coloca no seu perfil. Quanto menos informações você divulgar no Facebook para todos verem, mais difícil você torna a vida de quem quer hackear seu facebook. 


Comentários

Esta publicação atualmente tem uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Barra lateral